Fuja da falácia no texto argumentativo

Home / Redação / Construção Textual / Fuja da falácia no texto argumentativo

Falar que o ovo é “fruto” do coelho é um argumento falso (falácia). Entretanto, apesar de ilógico, na Páscoa, todos o aguardam

Curtidas 0

0

Compartilhe

Todo texto argumentativo busca convencer. Para alcançar esse objetivo, os argumentos tornam-se imprescindíveis. Há várias estratégias argumentativas, as citações, exemplos, argumento, contra-argumento, entre outras.

Todos os argumentos são válidos?  Posso usar qualquer exemplo para embasar meu texto? Ao argumentar, buscam-se razões que embasem uma conclusão, por isso é preciso tomar cuidado com as falácias.

Falácia é um substantivo, derivado de um adjetivo latino fallace, que significa enganador, ilusório. Todas as vezes em que um raciocínio errado ou mentiroso é colocado como verdadeiro ocorre a falácia.

A imagem utilizada no texto é falaciosa. Por quê? Todos sabem que os coelhos não botam ovo, mas a imagem coloca esse argumento como verdadeiro. Entretanto, a lógica o invalida.

Todo argumento falacioso pode encontrar razões psicológicas, íntimas, emocionais, mas nunca lógicas.

Por isso, é preciso estar atento à construção textual, porque o texto argumentativo deve usar argumentos plausíveis, pautados na lógica. Então, cuidado com aqueles que parecem sustentar uma conclusão, mas na realidade não sustentam.  A seguir, veja alguns exemplos de argumentos falaciosos:

“Todo político é corrupto”.

“A violência no Brasil é resultado dos programas de TV.”

“Joana morreu depois de fazer radioterapia. Então quem tem câncer não deve fazer esse procedimento.”

Os argumentos acima são falaciosos, visto que não são pautados na lógica, portanto, não podem sustentar uma conclusão. No primeiro exemplo, a afirmação não leva em consideração que possam existir políticos honestos. Já no segundo, afirma-se que a única culpada pela violência é a mídia e isso não é uma verdade absoluta, uma vez que a violência tem outras causas. No último exemplo, o fato de os eventos terem acontecido em sequência, não significa que um seja a causa do outro.

Como visto acima, a falácia pode fragilizar sua argumentação, por isso não a use. Lembre-se de que os argumentos precisam ser contundentes.

Voltar ao topo